Artigos

Gerânios Mágicos

A História do Gerânio Mágico

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Continuando a reflexão iniciada no artigo anterior (Como elaborar resoluções que serão cumpridas), quero agora contar a linda e singela história do Gerânio Mágico, em uma analogia sobre o que devemos fazer para que nossas resoluções tenham realmente sucesso.


Era uma vez uma mulher que vivia numa casa que foi se tornando feia e desarrumada. Ela se sentia muito deprimida por isso, mas, quando via tudo que precisava ser feito, ficava desanimada e nunca dava o primeiro passo.

Um dia, uma velha amiga foi visitá-la e levou de presente um gerânio. A flor a deixou feliz, mas a mulher logo percebeu que a toalha da mesa parecia velha e surrada ao lado daquela bela planta, então comprou uma nova. A toalha nova fazia o tapete parecer surrado e sem cor, e ela o substituiu. As cores fortes do tapete novo revelaram a imundície dos armários, então ela os pintou de amarelo vivo. Cada melhora que a mulher realizava a inspirava a fazer mais uma, até que a casa inteira, até mesmo a cerca, ficou impecável. A mulher começou a se sentir bem e cheia de energia a partir disso.

Depois de dar os toques finais na casa, a mulher olhou para a própria imagem no espelho e se enxergou com clareza, pela primeira vez em muitos anos. Seu cabelo estava desarrumado; as roupas, sujas e mal cuidadas. Assustada com a própria aparência, a mulher usou em si mesma a nova e revigorada maneira de pensar e agir. Em pouco tempo, ela ficou tão bonita e bem arrumada quanto a casa.

Quando amiga que lhe dera a flor de presente veio visitá-la outra vez, mal pode acreditar no que acontecera e quis saber como, depois de tantos anos de desleixo, ela conseguira transformar a casa e a si mesma. E a mulher respondeu: "Tudo isso aconteceu graças àquele Gerânio Mágico!"


Uma resolução opera a mesma mágica do gerânio. Cada resolução bem sucedida estimula o espírito, aumenta a energia e a confiança e produz mais avanços. O segredo está em apenas começar.

"A vida é mais simples do que a gente pensa; basta aceitar o impossível, dispensar o indispensável e suportar o intolerável." (Kathleen Norris)

O primeiro passo é o mais importante

Como ficou claro na história acima, o segredo do sucesso é dar o primeiro passo. Ninguém consegue concluir algo que não tenha começado. E não precisamos começar com grandes obras e grandes realizações. Melhor será que o nosso início seja pequeno, leve, preciso e consciente.

Se empreendemos uma pequena ação, visando um objetivo claro, muito certamente conseguiremos alcançar o que pretendemos. Toda e qualquer ação, por menor que seja, já é um movimento em prol do sucesso. O que diferencia o bem sucedido do fracassado é que este costuma desanimar e desistir, enquanto que aquele nunca desiste, por maiores que sejam suas adversidades.

Isso me faz lembrar de um filme que assisti há muito tempo ("Rudy", lançado em 1993). O filme conta a história (real) de um jovem aficcionado por futebol americano. O seu maior sonho era poder jogar representando uma grande universidade. Acontece que este jovem era pobre e não muito inteligente e, ainda por cima, baixinho e fraco, características completamente adversas dos jogadores daquele esporte. Mas Rudy (representado pelo ator Sean Astin) era determinado.

 

Rudy Ruettiger

Com dificuldades para conseguir boas notas, ele tenta diversas vezes entrar na Universidade Notre Dame, até que um dia ele recebe a tão esperada carta, informando que ele havia sido aceito. Falta agora resolver o problema da moradia, pois ele não tem dinheiro para alugar um quarto. Tornando-se amigo do faxineiro local, ele passa a dormir, em segredo, no quartinho onde o material de limpeza é guardado.

Depois de muita insistência, ele consegue convencer o treinador a deixá-lo participar dos treinos junto com os outros atletas, mas é um grande desastre, pois sua baixa estatura e seu corpo frágil não são adequados para enfrentar os trancos dos colegas grandalhões. Mesmo com todas as pancadas e sem conseguir condições para ser escalado no time, Rudy não desiste e não falta a nenhum treino. Sua determinação é tão grande que influencia os outros jogadores a dar o melhor de si. Aos poucos, durante a temporada de jogos, a atitude de Rudy faz com que o time cresça e se destaque no campeonato. Rudy não consegue jogar, mas ele se torna peça fundamental para o time.

Bem, acho melhor o próprio Daniel "Rudy" Ruettiger contar para você a emoção de ver seu sonho realizado. Assista a seguir ao depoimento do homem que inspirou o filme "Rudy". (Caso você não entenda Inglês, procure o filme em uma locadora e assista-o. Você entenderá a mensagem que eu quero lhe passar hoje).


Um abraço e até a próxima!

Aldo Marques

Olá! Eu sou Aldo Marques. Escritor, palestrante, criador do Programa de Superação de Limites Vencer Agora® e autor da maioria dos artigos deste site. Sou Life Coach, especializado em desenvolvimento pessoal com ênfase em espiritualidade e Analista Comportamental habilitado para a ferramenta DISC Assessment pela Sociedade Latino Americana de Coaching - SLAC, com Professional Coach Certification pela International Association of Coaching Institute. Minha paixão é ajudar pessoas a serem melhores.

Tags: ,

Buscar

Assine nossas Newsletters

Últimos Artigos

10 Março 2016
28 Agosto 2015
06 Julho 2015
© 2015-2018 Vencer Agora. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Aldo Marques.

Buscar