Artigos

Ubuntu - o código da felicidade

Ubuntu - o código da felicidade

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

O termo Ubuntu significa "eu sou pelo que somos", denotando a capacidade humana de compreender, aceitar e tratar bem ao próximo, buscando equilíbrio, harmonia e compaixão para com os necessitados. Ubuntu é sinônimo de felicidade e amor ao próximo.


Um antropólogo que estudava os costumes de uma tribo africana em um certo momento precisou se ausentar da aldeia para ir até a cidade. Como os meios de transporte da região eram muito precários, precisou aguardar um longo tempo até que chegasse o veículo que o levaria a seu destino. Enquanto esperava, resolveu fazer uma brincadeira com as crianças da aldeia.

Depositou um pacote de guloseimas ao pé de uma árvore e propôs que as crianças apostassem uma corrida para ver quem conseguia alcançar primeiro o prêmio. O vencedor ficaria com todo o pacote para si.

Assim que deu o sinal para o início da corrida, viu todas as crianças darem as mãos umas as outras e correram juntas, alegres, até o local onde estavam os doces. Como chegaram juntas, todas puderam se deliciar com o prêmio.

Ao serem questionadas pelo antropólogo sobre o que fizeram, responderam: "Ubuntu, tio!".

De maneira geral, o termo Ubuntu significa "sou eu pelo que somos".

Na cultura daquelas crianças, como uma delas poderia ficar feliz com o prêmio, sabendo que todas as demais estavam tristes por terem perdido a aposta?

Meses e meses o antropólogo estudou aquela tribo e, no entanto, não havia ainda percebido a essência cultural daquele povo simples.

Ubuntu Africa

Desejo aqui ressaltar a lição que essas crianças nos dão com seu gesto.

Mesmo vivendo em uma sociedade capitalista competitiva, praticar a solidariedade entre nós só nos traz benefícios.

Quando você planeja e age em prol dos seus sonhos, você inclui ganhos para os que rodeiam você? Além de você quem mais será beneficiado com seu sucesso? Que ganhos estas pessoas alcançarão com suas conquistas? Você consegue comunicar isso a elas de forma a envolvê-las em seu processo de desenvolvimento, já que elas também serão beneficiadas? É possível contar com a ajuda delas para acelerar o processo de conquista de seus sonhos?

Como você tem lidado com seus familiares, colegas e amigos em relação aos seus propósitos? Você é apoiado por eles ou eles causam desgastes em você, provocando até um desestímulo?

Conseguir encontrar as respostas para estas perguntas pode ser um grande diferencial para sua caminhada. Pode significar encontrar apoio em algum amigo ou parente.

Lembre-se que "sozinhos vamos mais rápido, mas juntos podemos ir mais longe" (provérbio africano).

Ubuntu African Children

Durante um processo de Coaching, costumamos fazer uso de três ferramentas muito interessantes que trabalham essencialmente com a questão levantada pela reflexão acima. São elas: a Roda dos Departamentos/Membros de Equipe, o Feedback 360º Informal e o Poder da Alavancagem.

Estas ferramentas levam em conta o ciclo de relacionamentos e influências do cliente de Coaching, ou seja, analisa como o Coachee promove seu networking e se beneficia dele.

Com a Roda dos Departamentos e a Roda dos Membros de Equipe fazemos o levantamento do ciclo de relacionamento do Coachee e os níveis de comprometimento e interação de cada pessoa nessa pesquisa.

Com o Feedback 360º Informal conseguimos identificar pontos fortes e fracos do Coachee a partir da visão de terceiros envolvidos na história. Isso nos permite identificar "pontos-cegos" que não são vistos senão consultando depoimentos.

No caso da última ferramenta - o Poder da Alavancagem - o Coachee reflete sobre o aproveitamento da energia, do conhecimento, do sucesso, do dinheiro, das falhas, das ideias, dos contatos e da credibilidade das pessoas que o cercam. Não de forma interesseira, mas como troca, mútua-ajuda, considerando o conceito "ganha-ganha".

Não é um trabalho fácil de se fazer, mas os resultados são altamente positivos, trazem ganhos impressionantes.

O Ubuntu é a essência da cultura de muitas tribos africanas, mas também deve ser o procedimento correto adotado por quem deseja ser feliz. E que plano melhor de vida não é esse senão desejarmos ser felizes?

Já dizia Jesus aos seus apóstolos: "Amai-vos uns aos outros como a ti mesmo". Pensemos sempre no todo. Não estamos sozinhos no mundo. Eu sou pelo que nós somos.


Se este artigo fez bem a você, deixe uma mensagem nos comentários.

O que mais você gostaria de ler neste website? Você está precisando de apoio para ser melhor e viver plenamente a sua vida? Que tal fazer uma sessão experimental de Coaching? Clique no botão abaixo e faça esta experiência sem custos.

SIM, EU QUERO FAZER UMA SESSÃO EXPERIMENTAL DE COACHING!

Até a próxima!

Aldo Marques

Olá! Eu sou Aldo Marques. Escritor, palestrante, criador do Programa de Superação de Limites Vencer Agora® e autor da maioria dos artigos deste site. Sou Life Coach, especializado em desenvolvimento pessoal com ênfase em espiritualidade e Analista Comportamental habilitado para a ferramenta DISC Assessment pela Sociedade Latino Americana de Coaching - SLAC, com Professional Coach Certification pela International Association of Coaching Institute. Minha paixão é ajudar pessoas a serem melhores.

Buscar

Assine nossas Newsletters

Últimos Artigos

10 Março 2016
28 Agosto 2015
06 Julho 2015
© 2015-2018 Vencer Agora. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Aldo Marques.

Buscar